Novas competências e novos papéis

Voltar atrás
Novas competências e novos papéis
Novas competências e novos papéis

Prestar cuidados a famílias em situações difíceis requer um bom equilíbrio entre competências técnicas e interpessoais. O trabalho pode ser isolado e submeter as trabalhadoras a muita tensão emocional, ao que acresce a perceção de falta de perspetivas de carreira na profissão que desempenham. A organização desenvolveu um esquema de formação para que as trabalhadoras adquirissem novas competências com o objetivo de se tornarem “life coaches” (orientadoras de vida). 

O projeto “Life Coach” tem dois objetivos. Um é oferecer a formação necessária em competências de comunicação para que as assistentes familiares possam lidar eficazmente com as exigências do seu novo papel. O segundo é muni-las de uma qualificação formalmente reconhecida. A formação é voluntária para trabalhadoras com mais de 45 anos, de modo que tem suscitado o interesse de pessoas com uma carreira na área dos cuidados.

Ler mais