4: Regresso ao trabalho

4
Regresso ao trabalho

Como pode o trabalho ajudar na minha recuperação?

O trabalho pode contribuir para o processo de recuperação

Se está a recuperar de um problema de saúde ou de uma lesão, pode ser vantajoso regressar ao trabalho logo que isso seja fisicamente possível e seguro. O trabalho pode ser terapêutico e contribuir para o seu processo de recuperação. Além disso, quanto mais tempo estiver sem trabalhar, mais difícil será voltar, tanto física como mentalmente, e maiores serão as probabilidades de desenvolver uma incapacidade prolongada.

O processo de regresso ao trabalho

Um ‘programa de regresso ao trabalho’ é uma forma de pôr em prática a ideia de que um trabalho seguro e com sentido faz parte do processo de recuperação. Envolve diversas pessoas e o/a trabalhador(a) em questão tem um papel importante a desempenhar.

O objetivo principal de um ‘programa de regresso ao trabalho’ é o de o ajudar no regresso ao seu trabalho original. No entanto, nem sempre é possível assumir as mesmas tarefas ou as mesmas responsabilidades durante o período de recuperação. A sua entidade empregadora poderá ter de fazer as alterações necessárias no local de trabalho ou nas condições de trabalho de modo a permitir que continue a trabalhar. Estes ajustamentos podem consistir em:

  • Adaptações do posto de trabalho;
  • Apoios técnicos;
  • Um regresso faseado ao trabalho (por exemplo, trabalhar em horários flexíveis ou a tempo parcial);
  • Tempo livre para tratamentos médicos ou consultas médicas; 
  • Redistribuição das tarefas (por exemplo, atribuir as tarefas que já não consegue desempenhar facilmente a outro trabalhador); e
  • Redefinição do trabalho.

Qual é o meu papel no ‘processo de regresso ao trabalho’? (próxima secção)